Google+

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Olha...foi uma massada!



Este era um daqueles dias em que era preciso despachar jantares.... mas.... entre viagens, casamentos, festas, etc, havia bastante sobras em variadas caixinhas pelo nosso frigorifico. Uma delas tinha massada de gambas que tinha sobrado de uma ida ao restaurante, em jeito de celebração das boas coisas da vida :)

A massada era para uma pessoa, o que na realidade equivaleu a 5 refeições....! Estava boa mas faltava-lhe algumas coisas para eu adorar, acho que é o problema de gostar da nossa comida, é que comparamos sempre e comentamos, que dava jeito mais um pouco de tomate, ou um pouco mais de tempo ao lume a apurar, etc etc. Também os tempos já não são os de antigamente, e eu não sofro de vergonha de pedir para embrulhar o resto e levar para casa. Acho que vergonha é deitar comida fora, ainda para mais comida boa.

Posto isto, resolvi aproveitar o que tinha e fazer render aquela massada que acabou por não ser nada uma maçada!

Como ia dar à pessoa pequena, resolvi comprar mais um pouco de pescada para juntar, para ele não comer só o camarão.

Fiz um refogado só com alho, esqueci-me de comprar cebolas...., juntei a pescada já arranjada. Depois juntei mais 3 colheres de sopa de polpa de tomate, 100ml de água e deixei ferver. Depois foi só juntar o resto das massas com as gambas, juntar mais um pouco de água para poder ferver e um pouco de colorau a gosto.

Pronto, foi o suficiente para ela ganhar mais um pouco de sabor, apurar mais um pouco e ficar com mais consistência.

Um jantar optimo, rápido e que aproveitou o que andava perdido!

Para fazer o gosto aos gulosos lá de casa, experimentei também fazer uma espécie de croutons caseiros!!!

Ficaram tão bons :)))

Só precisam de:

1 carcaça (aproveitem o pão que já não é fresco)
alho picado a gosto (eu piquei 2 alhos)
azeite
sal

Cortem o pão aos pedaços, numa tigela misturem o pão com um fio de azeite, o sal e o alho picado, depois numa frigideira deitem um fio de azeite e coloquem o pão para fritar, saltear, chamem-lhe o que gostarem mais :P

Apreciem o cheiro maravilhoso e quando estiver tostado podem desligar. Esperem que arrefeça e comam tudo por favor...é maravilhoso.

O problema é que, como é fácil, vou acabar por fazer muito mais vezes....

Tudo a fazer "croutons" caseiros vá!! :D

Sweet&Salty

ps: as batatas eram para a minha outra metade que não gostas destas coisas de massa e peixe misturado....esquisitinho

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Biscoitos de Canela com amor :)

Fiz uma promessa ao meu gordo, que lhe fazia bolinhos. Mãe desgraçada nunca mais lhe fazia os ditos bolinhos.

Passa dias assim, a negociar comigo. Acho que já tenho um doutoramento em negociações e técnicas de argumentação.
Não, não podes ir ver os bichos (Zoo, Oceanário, Sealife, vale tudo) porque é meia noite e eles estão a dormir. Mas quando formos de férias a mãe promete que vamos.

Não não podes ver o Ralph depois deste Rei Leão. Amanhã há escola. Sim, podes ver os Octonautas do principio, amanhã.

É uma procura constante de gaps nas leis lá de casa, com beicinhos e beijinhos pelo meio. O que é fofo, às vezes....E está a ficar crescido o malandro, já percebe dias da semana, que tem que esperar até bebermos o café para se levantar da mesa....que de manhã não pode ver filmes, só um episódio....que tem que ir para o banho quando chega a casa....que tem que sair do banho..... :)

Põe-nos um sorriso nos lábios, mas é cansativo, aliás, ninguém disse que não o ia ser.

Acho que a grande coisa que me trouxe a maternidade foi a aprendizagem de como ultrapassar frustrações.

Ainda não aprendi.

Primeiro, quando nascem, é frustrante não conseguirmos tirar nada deles, depois começam as primeiras palavras, mas não percebemos muito, depois é as fraldas....que não temos nenhum controlo.

Enfim, agora a minha frustração é não conseguir controlar as dele. Mas saber de antemão que ele precisa de passar por elas, para não ficar como eu. Impaciente e emotivo :)

Digo-lhe muitos nãos, às vezes porque é mais fácil, outras (muitas) porque não pode mesmo! Mas ainda assim, há dias em que vale a pena conter a preguiça e fazer-lhe a vontade...fizemos juntos biscoitos de canela. Amorosos :)

Com muito amor juntem:

300 gr de farinha
2 colheres de sopa de maizena
150gr de açucar
1 ovo
200gr de margarina ou manteiga
Canela a gosto


Misturem bem o açúcar com o ovo com a batedeira, juntem a manteiga ou margarina, de seguida peneirem a farinha e vão misturando. Por fim juntem a canela ou outro ingrediente como gostarem mais. Vai ao forno alto até ficarem dourados.

Depois só precisam de untar um tabuleiro com margarina e farinha e fazerem as formas que mais gostarem. Cá por casa gostamos todos de tranças até porque para mim me fazem lembrar as idas a Azeitão :)

Nada como uma boa dose de biscoitos de canela acabadinhos de sair do forno!

Bons biscoitos por aí!

Sweet&Salty

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Arroz de tomate que serve de terapia! :)



Há dias maus, não vale a pena ficarmos a adorar blogs e páginas com vidas perfeitas. Não as há.
Há dias maus, há dias em que estás uma perfeita besta, que te cansa ser adulto, que por vontade própria mandavas tudo para um certo sitio e escondias-te no buraquinho mais fundo, escuro, onde ninguém falava contigo. Pronto ele há dias assim.

Parte do crescimento, a meu ver, é admitir que esses dias existem, aceitar e tentar mudar.

Num desses dias, a minha estratégia foi a mais simples possível. Praia e cozinhar.

Os raciocínios mais simples costumam ser os mais práticos e eficazes. Está calor mesmo às 18h30, muito calor: vamos buscar a pessoa pequena e vamos à praia, endorfinas, boa! A criança diverte-se, nós aproveitamos, vê-los contentes faz-nos contentes!

Em vez de ir jantar fora decidi cozinhar. Cozinhar é a minha terapia. Gosto de os ver contentes a comer, faz-me sentir feliz e realizada.

Fiz um arroz de tomate, que é das melhores comidas para aliviar o mau humor :)

Não é difícil, é simples, e sabe pela vida. Melhor ainda, o cheiro que fica em casa faz-me lembrar a casa da minha mãe quando era pequena.

Então, para aliviar o mau humor, só precisam de:

2 tomates maduros
1 cebola
2 dentes de alho
azeite
sal
arroz carolino
1 folha de louro
3 colheres de polpa de tomate

Comecem por refogar a cebola com o alho e louro em lume baixo, isso dá-vos tempo para abrir uma garrafa de vinho, encherem o copo e começar a dizer mal do mundo. Entretanto tirem a pele aos tomates e piquem-nos. Podem libertar alguma da vossa raiva aqui. Assim que a cebola estiver transparente juntem o tomate e a polpa de tomate, deixem refogar mais 5 minutos ou até desfazer o tomate.

Assim que estiver, juntem o arroz, eu que sou uma exagerada, fiz uma caneca e meia de arroz, o que fez com que comesse arroz de tomate durante 3 dias. Para 1 e meia, juntei 4 canecas de água, para ficar malandrinho. Podem deixar fritar um pouco o arroz antes de juntar a água. Depois é só esperar que o dito esteja no ponto que gostam mais.

Entretanto já disseram mal de meio mundo, já rogaram pragas, encheram o copo mais uma vez e para finalizar assaltem o frigorifico e roubem o queijo quando ninguém estiver a ver.

Quando se sentarem na mesa, o mundo já relativizou outra vez.

:)

Só precisam de desfocar do problema às vezes.
Viva à terapia culinária!

Sweet&Salty



quarta-feira, 15 de julho de 2015

As maravilhas dos Pic-Nics e a maneira mais simples de fazer hummus e impressionar os amigos!




Eu descobri as maravilhas dos pic nics! É verdade não tinha feito muitos pic nics até há pouco tempo.

Mas agora com filhos, faz-me todo o sentido, e foi isso mesmo que fizemos um dia destes para aproveitar o bom tempo e ter um programinha diferente e fresco! Pudemos deixar o humano pequeno à solta, brincou, deu pulos, rebolou na relva, fez tudo a que tinha direito. Pôde até comer em regime self service conforme lhe apetecesse...o que podia haver de melhor?

Levamos uma toalha aos quadrados vermelhos e brancos como manda a tradição, só não tínhamos cesto de verga, que entretanto, a mãe querida já fez questão de providenciar!

Preparar a comida para um pic nic é fácil e assim, deu para eu dar asas à minha imaginação :)

Fizemos uma quiche de bacon e queijo, folhados de salsicha, ovos de codorniz cozidos e hummus!


E perguntam vocês....o que é hummus? Hummus é uma delicia tipica árabe, é uma pasta de grão com alho e especiarias, e como Jamie Oliver diz e bem, é a prova que as melhores coisas da vida, são realmente as mais simples! No caso desta receita não leva um dos ingredientes típicos que é o tahini porque aqui a minha pessoa não gosta!



É muito simples e rápido de fazer, ora vejam, precisam de:

1 lata de grão cozido
2 dentes de alho cortados às rodelas
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de sumo de limão
Raspa de limão q.b.
Paprica (para servir)



Para fazer esta maravilha, valeu-me a minha varinha mágica que vos falei aqui da Moulinex, que tem um acessório picadora que resulta na perfeição para esta receita. Coloquem tudo dentro do copo e triturem.....e é isto.....sim...! :)


video

Se quiserem uma consistência mais fina, é só juntarem colheres de sopa de água, uma de cada vez, até ficar com a consistência que preferem.

Depois façam como vos der mais jeito para servir. Para nós como íamos de pic nic colocámos num frasco com um fio de azeite e paprica por cima, fechamos a tampa e já está. Já no pic nic abrimos e molhamos grissinis de azeite!

Se estiverem em casa podem sempre servir num prato ou tigela com um fio de azeite, paprica, coentros ou salsa picados por cima e acompanhar com fatias de pão pitta ou outro que gostem.

É uma óptima entrada, aperitivo, o que lhe quiserem chamar, que não engorda e está cheio de sabor!
Fez um sucesso no pic nic!

Experimentem....sem medos! :)

Sweet&Salty


terça-feira, 7 de julho de 2015

Aos Amigos! txin txin

La Siesta Taqueria....e não...não é o SushiFest...

Agora que ja se passaram alguns dias acho que já consigo falar sobre o pior evento a que fui....o Sushi Fest... a sério, que coisa mais horrível foi aquela?

O que se esperava ser uma noite a agradável a comer sushi tornou-se num pesadelo de 2 horas em pé ao frio à espera para comer...

E digo esperava-se, porque as espectativas estavam lá em cima, porque a organização ao convidar os chefs que convidou e a colocar bilhetes normais a 60€ fez com que os padrõezinhos ficassem assim upa upa puxadotes!

A sério...vocês sabem o que se comia com 60€ por pessoa? A sério? Eu sei que não era o sushic, mas sinceramente esperava muito mais.

Agora que já acabei a minha parte de refilar, este post desenquadra-se dos meus demais, por uma razão. Porque há histórias que estão por detrás da comida mesmo quando não somos nós a cozinhar. Este fim de semana foi uma dessas ocasiões, por isso este post, até porque já muito se falou sobre o sushi fest, este post não é para falar dele, mas sim para celebrar as amizades.

Porque se o sushi fest foi o demónio, o La Siesta foi o anjo caído do céu nesse fim de semana, mas ambos, tiveram uma coisa maravilhosa, os amigos.

Não importa o tempo que tive na fila para as míseras peças de sushi, porque tive o tempo todo a rir até não poder mais, porque as pipocas que eram de graça foram juntamente com os amigos o melhor da noite, celebramos juntos cada grupo de pessoas que conseguia comida, roubamos com os olhos cada pedaço de peixe cru que víamos e finalmente, porque não são muitos os amigos que aturam a minha birra de fome e sono conjunta. A esses amigos o meu obrigada :)

E o La Siesta (Taqueria) o novo espaço do La Siesta de Algés que nos serviu bem e simpaticamente, e que ganhou uma lembrança muito mais bonita por ter uma companhia tão boa! A ti miúda de 187cm que adoro, desejo que sejas muito feliz, de preferência não a 300km de mim, para eu poder topar-te de perto!

E assim se passou outro fim de semana e resto de semana, de uma maneira diferente onde desta vez não tive que cozinhar, mas tive do meu lado histórias "mais boas" que nunca!

Aos amigos! :*

Sweet&Salty