Google+

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

A abrir caminho para o Natal

Nos dias que correm, têm sido vários os dias a comer fora de casa, ora por ter que ir comprar prendas de Natal, ora por ter que ir ao supermercado, ora porque a barriga já está grande e não me apetece fazer nada de jantar :)

Adoro o Natal, confesso. Desde pequena, adoro o quetinho da lareira, adoro estarmos todos juntos, há quem não lhe dê muito valor, mas para mim, que venho de uma familia grande, estarmos juntos nem sempre é possível e os momentos em que isso acontece é de aproveitar. Também não sou contra as prendas, sou contra o consumismo desenfreado sem razão, mas adoro comprar prendas para as minhas pessoas e odeio comprar prendas só porque sim.

Mas defenitivamente o que mais gosto do Natal é de estar à mesa. É da azafama dos pratos a rodarem, do cheiro das couves, do cheiro da canela das fatias douradas da minha mãe. Agora, dos miúdos a correr e da mesa dos miúdos, do café prolongado que enrola conversas. Gosto disso tudo.

E gosto especialemnte de me ir lembrando disso para não esquecer, cada um dos Natais.

Este ano quero ver se faço fatias douradas em casa, tem que ser, não há Natal sem fatias douradas! :)

Até chegar ao Natal vou tentando redimir a comida de centro comercial que tenho andado a por para dentro :P

Este fim de semana fiz um pedido especial e uma alma caridosa fez-me um dos pratos que mais gosto, por sinal, super simples e saudavel.

Caldeirada de Raia

Fotografia: http://cozinharsemstress.pt/cozinhar/receitas/caldeirada-de-raia/

Porque a caldeirada pode ser do peixe que vocês quiserem sabem? E porque não fazer daquele que eu mais gosto! :D

É só pedirem para arranjar a raia para caldeirada e eles cortam-na em bocados pequenos.

Para fazerem tudo isto para 4 pessoas precisam de:

1,500gr de Raia
batatas às rodelas
cebolas às rodelas
1 pimento às tiras
1 lata de tomate pelado
vinho branco
azeite

Depois de terem tudo cortado como diz acima, só precisam de num tacho juntar tudo às camadas:
uma de cebola, uma de tomate, uma de pimentos e uma de peixe, e repetir até acabar e irem temperando com sal. No fim coloquem o azeite a gosto e vinho branco, deve quase cobrir o preparado....quase...não tudo, porque tudo isto vai largar caldo.

Depois é só esperar que tudo coza e desfrutar de uma bela refeição saudável e saborosa!

Assim abrimos caminho para o Natal, este ainda mais especial :)

Até lá espero ainda vos deixar as minhas fatias douradas eheheh :D

Bom Natal!!
Sweet&Salty



quinta-feira, 12 de novembro de 2015

As aventuras dos hamburgers verdes!





Bifes....Só me restam bifes de perú no congelador! E não me apetecia nada fazer bifes grelhados ou fritos...é mais do mesmo!

Então lembrei me que podia fazer uns hamburgers, parecidos com uns que provei numa destas novas hamburguerias mas que infelizmente, o deixaram de fazer. 

Falo-vos de nada mais nada menos ..... que hamburgers verdes! É verdade mini hamburgers verdes para a delicia das gentes lá de casa.

Uma optima maneira de variar quando já não vos apetece fazer bifes pela trigésima vez!!

Então vamos lá ao que interessa, o que é que precisam?

Ingredientes (para 7 minis)

4 bifes de perú ou frango ±400gr
2 dentes de alho grandes
1 mão cheia de coentros
raspa de limão (a gosto)

Como fazer:

Piquem os bifes num picador, ou peçam para picar no talho caso não se queiram desfazer dos bifes :P
Ponham numa taça a carne e num almofariz façam uma pasta com os coentros e os alhos. Podem juntar a raspa de limão ao vosso gosto.



Depois juntam tudo numa taça e misturam bem até conseguirem fazer bolinhas com a carne para poderem formar os hamburgers.



Depois é só grelharem e  fazerem o acompanhamento que vos apetecer!

Nós, para estragarmos esta refeição tão saudável fizemos uma maionese de alho caseira com malagueta para estragar à séria :P
Mas ficaram deliciosos e o melhor é que me esqueci de lhes por sal quando os grelhei e ficaram bons na mesma!

E ainda fizemos jus à época e assámos umas castanhas deliciosas! :)


Com a aventura que para aí vem, fazer maravilhas com que há em casa faz me cada vez mais sentido, isso e fazer refeições que dão para o dia seguinte!

Tenho que treinar até a aventura chegar!

Sweet&Salty

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Com a chuva voltou a minha inspiração! :)

Chovia, chovia e chovia bastante ontem.
E eu, proprio do meu estado de graça, saí de casa de manga cava e um mero casaco de malha por cima do pêlo. De facto de manhã não chovia, tal não se verificou quando fui buscar o meu humano pequeno.

Caíam aquelas pingas grossas, que basta uma para nos encharcar toda. Lá fui, sem medos, eu e o chapeu de chuva do Mickey :), que depois foi gentilmente cedido ao mais pequeno.

Eu fui à chuva, mas rendeu cada pinga, porque pude ver a minha criança numa adoravel partilha de guarda chuva com a sua amiga querida, delicioso :)

Lá em casa tinham voltado as refeições sem restrições de lactose.... tirando o leite...as natas... os iogurtes...pronto .... tinha voltado a comer queijo lol .... e soube-me pela vida, achei que já podia voltar a introduzir.....Not! Tudo errado...

Mas parece que isso fez com que a minha inspiração voltasse, parece que a melhor maneira da criatividade voltar é mesmo não poder cozinhar tudo à vontade. Ter barreiras é o melhor incentivo à criatividade.

Ontem apetecia-me massas, mas não me apetecia molhos de natas (de soja), então decidi experimentar uma mistura que já tinha feito mas com um twist.

Fizemos Fusili com Fiambre de perú, alho francês, pimento e ovo escalfado. :)



Sem molho, só com o azeite de saltear tudo e um ovo decadente a fazer molho.
Ficou maravilhoso, posso-vos dizer e não fazia falta mais nenhum molho!

É também uma comida que facilmente posso comprar todos os ingredientes na mercearia de bairro, o que tendo em conta as horas que se chega com esta chuva, dá imenso jeito!

Pedi, entre gritos para a criatura não pedinchar tudo o que via, uma fatia de fiambre grossa que parti aos cubinhos, um alho francês cortado às rodelas e os ovos que são escalfados na hora de servir! O pimento tenho sempre em casa congelado aos bocados.

Fiz um refogado com uma cebola pequena e 4 dentes de alho picados, juntei o fiambre. Deixei saltear ainda algum tempo para alourar o fiambre. Depois juntei um pouco de vinho branco só para soltar tudo da frigideira e assim que evaporou o alcool juntei os legumes em lume baixo, deixei apurar ainda uns 10 minutos e no fim juntei às massas com um fio de azeite e o sumo de meio limão.

Depois foi só escalfar os ovos e servir, assim a deitar molho por todo o lado!


Este tipo de comida é rápido, é terapêutico (cortar coisas, pelo menos para mim) e é super saborosa, podem ainda variar os legumes que acompanha e o fiambre de perú fumado é uma boa alternativa ao bacon.

Experimentem!
Sweet&Salty

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Christmas is whenever we want :)

O Natal é quando um homem quiser! Ou quando uma mãe quiser! Lá em casa não temos esqusitos em relação ao peixe cozido, pelo contrário, até gostamos imenso.

Ontem foi dia de bacalhau cozido, assim ao género de ceia de Natal :)

É fácil, é rápido, só não é muito barato, se como eu comprarem bacalhau já demolhado congelado. Mas de facto, quando já é tarde é o que se pode arranjar para o jantar.

Gosto de fazer peixe cozido porque não preciso de grandes preparos, é por tudo a cozer e fico com tempo para tratar da casa e do humano pequeno.

Gosto de cozer o peixe com um fio de azeite, um ramo de coentros, cebola e alho. Experimentem que fica delicioso :)





Acompanhamos com batata doce cozida com casca, salada de tomate e cenoura e grão. O grão tinha cebola, alho e coentros picado para temperar!

Top!

Christmas is whenever we want :)

Sweet&Salty

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

São dias difíceis para os doces lá em casa!

....um dia...ainda vou fazer um bolo assim...

Amanhã faz um mês que este blog se encontra às escuras....isto não pode acontecer!!!

Com o começo da escola e a volta das rotinas em casa baralha-se as rotinas daqui! Tenho aproveitado para fazer coisas mais práticas e que dê para outras refeições, tenho também tentado melhorar a minha veia doceira....coisa que tem falhado como as notas de 500....

A última que me aconteceu foi o meu bolo simples, que corre sempre bem, que não tem como enganar, que fica sempre fofinho e delicioso....falhou-se-me não uma....mas duas vezes...

A receita é simples:

150gr de açúcar
150gr de manteiga ou margarina
150gr farinha
3 ovos

Depois só precisam de mais um ingrediente à escolha, canela, laranja, chocolate, iogurte... escolham! Eu adoro de laranja e normalmente é assim que o faço, com o sumo de uma laranja. Ás vezes coloco o sumo todo da laranja na massa do bolo, outras, coloco metade na massa e outra metade por cima depois de cozido.

Fica sempre bem....sempre....até agora!

A primeira vez esqueci-me da manteiga...posso-vos adiantar que bolos pensados para ter gordura que passam a não ter, não têm salvação...nenhuma, parecia uma borracha que nem se cortava.

Resolvida a encarar a coisa como um desafio, no dia a seguir voltei a fazer, até pus uma colher de sobremesa de fermento para crescer mais um pouco e ficar fofinho....o estúpido não cresceu ponta. NADA. Zerinho ficou lá no sitio dele a cozer quieto....

Estava capaz de me atirar para o chão e rebolar...

É que já tinha tentado inventar um pastel de nata gigante, mas dessa vez, o leite creme que sempre engrossa, também decidiu fazer greve...achei que o bolo simples, era....simples....tudo errado....


Enfim, não são bons tempos para doces lá em casa.

Disto tudo não há fotografias, porque até isso nos temos esquecido.

Em compensação ontem fizemos os dois os melhores ovos escalfados que alguma vez conseguimos!

TeamWork!

Melhores dias para os doces chegarão!

Sweet&Salty

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

A lasanha é a minha melhor amiga!! E não sou o Garfield!



Não se tem andado a cozinhar muito lá por casa, ou pelo menos, nada de extraordinário.

A última refeição assim grande foi um mega tabuleiro de lasanha. 1kg de carne deu para 9 (2 de criança) refeições!!! e ainda deu para aproveitar carne para fazer bolonhesa no dia a seguir.

Tenho a lembrança da minha mãe passar horas na cozinha aos domingos a preparar comida, com 3 miúdas em casa a levar almoço para a escola, o truque é mesmo fazer comida que renda para tanta gente.

A carne picada é optima para fazer render refeições. Ora vejam:

Faço a carne picada como se fosse para bolonhesa, só não junto tanto molho de tomate como se fosse só para a bolonhesa, parte vai para a lasanha...um tabuleiro enorme...com um aspecto maravilhoso....mas eu tinha tanta fome que não tirei fotografia :P

A lasanha deu para 4 pessoas e uma criança comerem e repetirem sem esforço. Ainda deu para o jantar leve de nós os três e ainda para eu levar no dia a seguir para o almoço! See....só aqui estão 9 refeições de rajada! Pimbas!

O resto da carne guardei e no dia a seguir foi só cozer massa e misturar, o que deu para mais 3 refeições! 

E se quiserem mais alternativas ainda há o famoso empadão, de arroz, puré de batata ou massa. Ou ainda uma quiche com carne e legumes, etc etc. As hipóteses são infindáveis mas a permissa mantém-se: Aproveitar!

Mesmo sem fotografia deixo-vos a base da lasanha lá de casa, que é bastante cobiçada! :)

Ingredientes:

1kg carne picada 
1 cebola grande
4 dentes de alho
Azeite, sal e pimenta
2 colheres de sobremesa de massa de pimentão
250gr de polpa de tomate
Vinho branco
Molho bechamel
Queijo mozarella ralado (para pizza)
1 embalagem de tiras de Massa de Lasanha (seca)

Como fazer:

Picar no robô a cebola e o alho e refogar com azeite, quando estiver pronto juntar a carne e temperar com sal e pimenta. Façam este processo num tacho largo, com tanta carne é mais fácil refogar num tacho com uma base larga para não cozer a carne. Quando já não encontrarem pedaços mal passados, juntem a massa de pimentão e deixem fritar mais um pouco. A massa de pimentão é invenção lá de casa, eu gosto sempre do sabor na carne picada, mas podem retirar se não gostarem ou não tiverem. Depois é só juntar um pouco de vinho e a polpa de tomate, assim que começar a ferver, baixem o lume, tapem o tacho e deixem cozinhar durante 10 minutos ou até estar apurado ao vosso gosto.

Entretanto liguem o forno para estar quente a 250º. Eu não uso massa fresca, sinceramente não gosto do sabor, devo ser a única alma que prefere a massa seca à fresca....eu sei....esquisita!

Para cozer mais rápido no forno, passo as tiras por água a ferver antes de colocar no tabuleiro da lasanha. Vejo quantas cabem e enquanto preparo uma fila tenho logo as tiras da massa na água! No fundo é uma pequena linha de montagem!

E a coisa é mais ou menos assim:

3 (ou quantas couberem no vosso tabuleiro) tiras de massa, carne por cima, bechamel, um pouco de polpa de tomate, queijo mozarella e volta a tapar com tiras de massa.
Este processo repete-se enquanto houver carne ou enquanto houver altura de tabuleiro!! :D

E pronto a seguir é só meter a prendinha no forno e esperar (que no meu caso é muito tempo....)

Consigo ver que ela está boa quando o molho está a ferver, o bechamel bem misturado, e a parte de cima tostadinha.

Parece que dá muito trabalho....mas vão por mim....os canelones dão mais!!!

Para a próxima deixo-vos a receita da de peixe que é um espectáculo!!

Long live the italians!

Sweet&Salty

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Birras, pizzas e...birras! :|

Birras e mais birras.
Lá em casa andamos assim, com birras.

O nosso humano pequeno não quer nada e quer tudo. Não quer ir para o banho, não quer sair do banho, quer levar a espada e se o deixarem, leva metade do quarto para a escola. Não quer ir para a escola, não quer sair da escola.
Não quer acordar, não quer dormir.

Podia continuar por aqui on and on, mas acho que já dá para perceber. A negociação é constante e cansativa mas nós lá tentamos dar a volta. Confesso que ele lhe dá melhor a volta que eu. A minha paciência (infelizmente) é diminuta e esqueço-me muitas vezes que a criatura é pequena.

Quando temos que fazer coisas em casa, a receita que normalmente resulta é: ajudar!

Pedir que eles façam alguma coisa que seja uma tarefa nossa deixa-os contentes e a sentirem-se importantes. Demoramos mais é verdade, mas hey! é menos uma birra :D

Desta vez ajudou-me a fazer uma pizza, mas como já está mais crescido fez quase tudo sozinho :) Passou com o rolo na massa, pôs o molho de tomate e os ingredientes. Ficou contente e isso basta-nos na realidade!!




Digam lá que não tem bom aspecto!

Lá em casa há sempre um dia em que se come no sofá, um dia sem regras à mesa e a ver filmes! É bom ter regras mas também é bom saber que um dia podem deixar a mesa e ver um filme enquanto comemos todos no sofá! Normalmente é dia de pizza :D

Sweet&Salty

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Nuvens doces ou por outras palavras Farófias!! :)


Por aqui falta-nos a força para escrever, às vezes também acontece, isso e estar com tanta fome que nem fotografias tiro para escrever depois.

A minha última conquista foi ter conseguido fazer farófias!!! Eu sei que não parece nada demais, mas reparem, doces não é mesmo o meu forte e os desgraçados nunca me saem bem...

Para além disso, a vitória foi também convencer a minha mãe a fazer farófias de uma maneira completamente diferente, ela coze as claras em castelo no leite, eu como num restaurante que adoro umas que ficam tostadas e crocantes por cima, sem deixarem de ser fofas como habitual por dentro.

E não é que saíram mesmo bem!!
A receita é daqui.

Precisam de:
5 ovos
12 colheres de açúcar rasas
0,5 l de leite
2 colheres de sobremesa de maizena
casca de limão
canela em pó
manteiga ou margarina para barrar o tabuleiro


Como fazer:
Separem as gemas das claras, batam as claras em castelo com 3 colheres de açúcar, que eu coloquei quando elas começaram a armar, devem ficar bem firmes.
Untem um tabuleiro de forno ou pirex e coloquem com uma colher, as claras em castelo a fazer montes, deve ocupar todo o tabuleiro.
Coloquem no forno até ficarem douradas e crocantes por cima.

Agora é altura de fazer o leite creme, que até parecia dificil mas não foi! Peguem num tacho para depois ir ao forno e misturem as gemas com o açúcar já no tacho. Juntem 2 colheres de Maizena e desfaçam com a ajuda de uma vara de arames, juntem um pouco do leite para ajudar a dissolver. Liguem o lume (brando) e coloquem o tacho ao lume com o resto do leite e 2 cascas de limão. Com a vara de arames mexam sempre em lume brando até começar a engrossar. Assim que começar retirem logo do lume e deitem por cima das farófias que saíram do forno.

Como gostamos com muita canela, pusemos imensa canela a seguir ao leite creme e ficaram maravilhosas!!



Tanto que acho que as vou fazer outra vez!! :)

Experimentem também que vale bem a pena!

Sweet&Salty

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Eu fiz um soufflé!!! :D



Há epifanias que dão certo, mark my words!

Uma das minhas epifanias das férias foi fazer um doce, não um doce qualquer, mas sim, um doce daqueles que é o tira teimas de qualquer mãequegostavadeserchef !

Decidi... (rufar dos tambores)... fazer soufflé de chocolate!!

Primeiro impasse:

Não tenho forno para fazer soufflé...é verdade, o meu forno simplesmente não consegue fazer soufflé porque não fecha a porta completamente, o que faz com que perca temperatura...e isso meus amigos...é o segredo dos soufflés como toda a gente já ouviu.

Mas eu não desisti! Estava na altura de seguir uma receita à séria e perceber exactamente os passos para o fazer.

Primeiro, para fazer um soufflé, seja doce ou salgado, convém conhecer as regras básicas e obrigatórias, que são elas:

Forno quente, aquecido 10 minutos antes;
Não abrir a porta nos primeiros 10 minutos;
Seguir à risca todas as quantidades e passos da receita (um problema para mim);
Não usar forno ventilado. (errei aqui, viram já estão a ganhar pelo meu erro :D );
Usar mais claras que gemas e batê-las em castelo de maneira a nem se mexerem;
Os soufflés são bonitos quando saem do forno, têm um factor WOW  maravilhoso junto dos amigos, mostrem-lhes nessa altura, 2 minutos depois o ar começa a sair e eles baixam...é a vida!

Mas digo-vos que aqueles 2 minutos encheram-me as medidas! :)

Agora vamos ao que interessa, a receita! Retirada do livro 12 meses de cozinha (a minha bíblia).

Ingredientes:

100 gr de chocolate à escolha
75 gr de açúcar
1 colher de chá de farinha
25 gr de fécula de batata que eu troquei por maizena
2,5 dl de leite
30 gr margarina ou manteiga
3 gemas
5 claras


Como fazer:
Foi a primeira vez que fiz um soufllé de chocolate e tive que ir até à casa da mãe para o fazer, lá havia um forno jeitoso com uma porta que fechava. Vou-vos dar os passos exactamente como eu os fiz, porque são vários passos e eu acho que convém ter tudo pronto. Desta vez tinha uma sous chef a ajudar-me, perfeito, deu uma ajuda preciosa!

Vamos lá sem medos:

1- Medições e Preparações
Comecem por medir e separar todos os ingredientes para os terem logo à mão.
Agora juntem as farinhas a um pouco de leite frio para as dissolverem, reservem.
Juntem o resto do leite com o açúcar, levem ao lume e deixem levantar fervura.
Ao mesmo tempo derretam o chocolate em banho maria com 1 colher de água quente. Eu usei chocolate preto 70% cacau, reservem.

2- Formas Ramekin
Para fazer soufflé existem umas formas próprias chamadas ramekin, são formas de cerâmica para doses individuais, utilizei 3 formas dessas e uma grande para o que sobrou. Untem-nas com margarina ou manteiga, bem untadas.

3- Hora de misturar
Juntem o leite que ferveu à mistura de chocolate, juntem também as farinhas dissolvidas no leite, levem a lume baixo e deixem engrossar, assim que vos parecer que vai ferver retirem logo. Dica: Estejam sempre a mexer neste processo, a última coisa que querem é que pegue ao fundo e queime o chocolate ou as farinhas.


Aqui tive ajuda, enquanto mexia para não pegar o chocolate, foram divididas as gemas das claras e foram batidas as claras em castelo. Ainda bem que trouxe a minha varinha mágica que já vos tinha falado anteriormente da Moulinex, a Slim Force, levei-a com intuito de fazer maionese (que não fiz...) e acabámos por bater as claras com a vara de arames, posso-vos dizer que foi num instante e ficaram top, super firmes e cheias de ar.
Quando o chocolate já tiver engrossado juntem a manteiga aos bocados e misturem, juntem também as gemas e mexam para incorporar.

4- Pózinhos de Perlimpimpim
É altura de fazer magia, juntem cuidadosamente, as claras em castelo, o truque é com um salazar envolverem de baixo para cima as claras. Se misturarem com muita força ou baterem, vão perder todo o trabalho que fizeram anteriormente porque vão lhes retirar todo o ar.



5- Forno e fazer figas
Agora que as claras já estão envolvidas podem distribuir pelas formas e colocá-las no forno!
Agora é que é! Forno a 200 graus, sem ventilação, nos primeiros 10 minutos livrem-se de abrir a porta! Passados 10 minutos podem aumentar um pouco a temperatura e ficam mais 20 minutos.



Agora vamos à parte que eu fiz mal, para vocês não fazerem também!:
Pus o forno ventilado nos primeiros 10 minutos, eles cresceram bem, mas acelerou a cozedura, portanto os meus só ficaram 20 minutos no forno e ainda saíram um pouco tostadinhos em cima.

Por dentro estavam exactamente como eu queria, mal cozidos tipo mousse e por fora fofos e crocantes.

Outra coisa, querem mostrar ou tirar fotografias, tirem logo assim que os retiram do forno! Aqui nas fotografias já os tinha tirado há 5 minutos, perderam 1/3 da sua altura, estavam todos por fora da forma, mas a intenção está lá!



Agora que já sabem, não tenham medo e experimentem que vai valer imenso a pena!! :D

Sweet&Salty



terça-feira, 18 de agosto de 2015

Das férias um perú que vai ao spa!!

Estas férias não fiz nada, nada mesmo, muitas vezes achei que ia escrever um post com tanta coisa boa que comi, mas acabei só por tirar fotografias e deixar para outra altura em que a inspiração chegasse.

E se comi bem estas férias, e não foi preciso jantar nenhum dia fora!

Portanto, os próximos posts são mesmo sobre as férias e sobre eu ter tirado a barriga de misérias de algumas coisas que mais gosto.

Para começar uma coisa que podem planear num fim de semana!
E com este tempo assim esquisito até sabe bem :P

Perna de Perú no Forno


Havia uma perna de perú, não muito grande, perdida no congelador lá de casa. Decidi seguir a indicação da minha mãe e colocá-la de molho de forma a deixar a carne tenra, porque o perú fica muito seco no forno.

Deixa-la de molho consiste em deixar o perú no spa basicamente....fica dentro de um alguidar com água, rodelas de limão, laranja pimenta e folhas de louro.
Deixem de um dia para o outro, pode ser mesmo congelada, tapem o recipiente e deixem o bicho de molho...

No dia a seguir retirem o bicho do molho que já chega de tanto spa e barrem-no numa mistura de alho moido e sal no almofariz, massa de pimentão e azeite.

Vai ao forno num tabuleiro com batata para assar, o nosso levava batata doce que eu aconselho.


Fica divinal, a carne super tenra e cheio de molho para lambuzar até mais não!

Parece dificil mas acreditem, não é mesmo e o bicho adora ficar de molho :P

Sweet&Salty

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Purés de batata mais fáceis que os instantâneos e fins de semana com mais coisas que sei lá!

Foi um fim de semana daqueles! Daqueles que nem dá para pensar no que podes fazer a seguir, porque já tens tudo marcado até ao último minuto. Este fim de semana não houve tempo para pousar os pés, para sentar no sofá, para dormir uma sesta, nem sequer....para cozinhar.

Mas entre amigos queridos que nos dão guarida e jantar, almoços bons, praias e festas, o fim de semana só acaba mesmo às 00h00 de Domingo...e com o Verão aproveita-se até ao último minuto!

Foi por isso, que mesmo com a pessoa pequena completamente adormecida, cá em casa fez-se jantar! Não tinha pressa, ele dormia, eu cansadíssima estava, portanto decidi fazer o que me apetecia. Fiz uma manteiga de alho e cebolinho para fazer o gosto à gulodice e como estava quase a cair para o lado, uns bifes de perú grelhados (mega simples) com puré de batata.


Puré não soa a comida de verão, eu sei, mas ao almoço já me tinha lambuzado com cachorros, achei que era melhor refrear-me...

Além disso, ainda não tinha experimentado o acessório da varinha mágica da Moulinex para fazer puré, o que facilitou todo o processo. Tem 2 discos metálicos diferentes, para puré cremoso ou mais espesso.

É que convinhamos, puré não é das coisas mais queridas de se fazer, mas a malta cá de casa adora, portanto, tudo o que possa ajudar no processo é bem vindo. E este pé para puré ajuda bastante, num instante tinha puré super cremoso!

Apesar de ter feito tudo muito devagar devagarinho, até nem jantamos tarde e estava super saboroso e melhor, depois de uma festa de anos de crianças não era nada pesado!

Com o puré, gosto de inventar e colocar meia cebola e 2 dentes de alho a cozer com as batatas, assim quando junto o leite e a manteiga, misturo tudo fica mais saboroso. Não tenho nenhuma receita certa quanto a quantidades mas os ingredientes que usei foram:

4 Batatas grandes (queria batata doce mas não é altura delas)
Sal
Meia cebola
2 dentes de alho
Leite a gosto
Manteiga a gosto

Coloquem as batatas, a cebola e os alhos numa panela com água e sal a cozer. Quando estiverem cozidas, deitem a água fora, juntem um pouco de leite e manteiga a gosto e passem com o a varinha mágica com o acessório pé de puré. Podem juntar mais ou menos leite conforme gostem da consistência do puré.



Depois é só grelhar os bifes e servir com um pouco de manteiga de alho por cima, para ficar delicioso. Para além disso ainda fritei o resto da cebola e cortei umas rodelas de tomate ;)
 

E da correria do nosso fim de semana...é tudo! :)

E que bom que foi! Viva as correrias!

Sweet&Salty

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Olha...foi uma massada!



Este era um daqueles dias em que era preciso despachar jantares.... mas.... entre viagens, casamentos, festas, etc, havia bastante sobras em variadas caixinhas pelo nosso frigorifico. Uma delas tinha massada de gambas que tinha sobrado de uma ida ao restaurante, em jeito de celebração das boas coisas da vida :)

A massada era para uma pessoa, o que na realidade equivaleu a 5 refeições....! Estava boa mas faltava-lhe algumas coisas para eu adorar, acho que é o problema de gostar da nossa comida, é que comparamos sempre e comentamos, que dava jeito mais um pouco de tomate, ou um pouco mais de tempo ao lume a apurar, etc etc. Também os tempos já não são os de antigamente, e eu não sofro de vergonha de pedir para embrulhar o resto e levar para casa. Acho que vergonha é deitar comida fora, ainda para mais comida boa.

Posto isto, resolvi aproveitar o que tinha e fazer render aquela massada que acabou por não ser nada uma maçada!

Como ia dar à pessoa pequena, resolvi comprar mais um pouco de pescada para juntar, para ele não comer só o camarão.

Fiz um refogado só com alho, esqueci-me de comprar cebolas...., juntei a pescada já arranjada. Depois juntei mais 3 colheres de sopa de polpa de tomate, 100ml de água e deixei ferver. Depois foi só juntar o resto das massas com as gambas, juntar mais um pouco de água para poder ferver e um pouco de colorau a gosto.

Pronto, foi o suficiente para ela ganhar mais um pouco de sabor, apurar mais um pouco e ficar com mais consistência.

Um jantar optimo, rápido e que aproveitou o que andava perdido!

Para fazer o gosto aos gulosos lá de casa, experimentei também fazer uma espécie de croutons caseiros!!!

Ficaram tão bons :)))

Só precisam de:

1 carcaça (aproveitem o pão que já não é fresco)
alho picado a gosto (eu piquei 2 alhos)
azeite
sal

Cortem o pão aos pedaços, numa tigela misturem o pão com um fio de azeite, o sal e o alho picado, depois numa frigideira deitem um fio de azeite e coloquem o pão para fritar, saltear, chamem-lhe o que gostarem mais :P

Apreciem o cheiro maravilhoso e quando estiver tostado podem desligar. Esperem que arrefeça e comam tudo por favor...é maravilhoso.

O problema é que, como é fácil, vou acabar por fazer muito mais vezes....

Tudo a fazer "croutons" caseiros vá!! :D

Sweet&Salty

ps: as batatas eram para a minha outra metade que não gostas destas coisas de massa e peixe misturado....esquisitinho

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Biscoitos de Canela com amor :)

Fiz uma promessa ao meu gordo, que lhe fazia bolinhos. Mãe desgraçada nunca mais lhe fazia os ditos bolinhos.

Passa dias assim, a negociar comigo. Acho que já tenho um doutoramento em negociações e técnicas de argumentação.
Não, não podes ir ver os bichos (Zoo, Oceanário, Sealife, vale tudo) porque é meia noite e eles estão a dormir. Mas quando formos de férias a mãe promete que vamos.

Não não podes ver o Ralph depois deste Rei Leão. Amanhã há escola. Sim, podes ver os Octonautas do principio, amanhã.

É uma procura constante de gaps nas leis lá de casa, com beicinhos e beijinhos pelo meio. O que é fofo, às vezes....E está a ficar crescido o malandro, já percebe dias da semana, que tem que esperar até bebermos o café para se levantar da mesa....que de manhã não pode ver filmes, só um episódio....que tem que ir para o banho quando chega a casa....que tem que sair do banho..... :)

Põe-nos um sorriso nos lábios, mas é cansativo, aliás, ninguém disse que não o ia ser.

Acho que a grande coisa que me trouxe a maternidade foi a aprendizagem de como ultrapassar frustrações.

Ainda não aprendi.

Primeiro, quando nascem, é frustrante não conseguirmos tirar nada deles, depois começam as primeiras palavras, mas não percebemos muito, depois é as fraldas....que não temos nenhum controlo.

Enfim, agora a minha frustração é não conseguir controlar as dele. Mas saber de antemão que ele precisa de passar por elas, para não ficar como eu. Impaciente e emotivo :)

Digo-lhe muitos nãos, às vezes porque é mais fácil, outras (muitas) porque não pode mesmo! Mas ainda assim, há dias em que vale a pena conter a preguiça e fazer-lhe a vontade...fizemos juntos biscoitos de canela. Amorosos :)

Com muito amor juntem:

300 gr de farinha
2 colheres de sopa de maizena
150gr de açucar
1 ovo
200gr de margarina ou manteiga
Canela a gosto


Misturem bem o açúcar com o ovo com a batedeira, juntem a manteiga ou margarina, de seguida peneirem a farinha e vão misturando. Por fim juntem a canela ou outro ingrediente como gostarem mais. Vai ao forno alto até ficarem dourados.

Depois só precisam de untar um tabuleiro com margarina e farinha e fazerem as formas que mais gostarem. Cá por casa gostamos todos de tranças até porque para mim me fazem lembrar as idas a Azeitão :)

Nada como uma boa dose de biscoitos de canela acabadinhos de sair do forno!

Bons biscoitos por aí!

Sweet&Salty

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Arroz de tomate que serve de terapia! :)



Há dias maus, não vale a pena ficarmos a adorar blogs e páginas com vidas perfeitas. Não as há.
Há dias maus, há dias em que estás uma perfeita besta, que te cansa ser adulto, que por vontade própria mandavas tudo para um certo sitio e escondias-te no buraquinho mais fundo, escuro, onde ninguém falava contigo. Pronto ele há dias assim.

Parte do crescimento, a meu ver, é admitir que esses dias existem, aceitar e tentar mudar.

Num desses dias, a minha estratégia foi a mais simples possível. Praia e cozinhar.

Os raciocínios mais simples costumam ser os mais práticos e eficazes. Está calor mesmo às 18h30, muito calor: vamos buscar a pessoa pequena e vamos à praia, endorfinas, boa! A criança diverte-se, nós aproveitamos, vê-los contentes faz-nos contentes!

Em vez de ir jantar fora decidi cozinhar. Cozinhar é a minha terapia. Gosto de os ver contentes a comer, faz-me sentir feliz e realizada.

Fiz um arroz de tomate, que é das melhores comidas para aliviar o mau humor :)

Não é difícil, é simples, e sabe pela vida. Melhor ainda, o cheiro que fica em casa faz-me lembrar a casa da minha mãe quando era pequena.

Então, para aliviar o mau humor, só precisam de:

2 tomates maduros
1 cebola
2 dentes de alho
azeite
sal
arroz carolino
1 folha de louro
3 colheres de polpa de tomate

Comecem por refogar a cebola com o alho e louro em lume baixo, isso dá-vos tempo para abrir uma garrafa de vinho, encherem o copo e começar a dizer mal do mundo. Entretanto tirem a pele aos tomates e piquem-nos. Podem libertar alguma da vossa raiva aqui. Assim que a cebola estiver transparente juntem o tomate e a polpa de tomate, deixem refogar mais 5 minutos ou até desfazer o tomate.

Assim que estiver, juntem o arroz, eu que sou uma exagerada, fiz uma caneca e meia de arroz, o que fez com que comesse arroz de tomate durante 3 dias. Para 1 e meia, juntei 4 canecas de água, para ficar malandrinho. Podem deixar fritar um pouco o arroz antes de juntar a água. Depois é só esperar que o dito esteja no ponto que gostam mais.

Entretanto já disseram mal de meio mundo, já rogaram pragas, encheram o copo mais uma vez e para finalizar assaltem o frigorifico e roubem o queijo quando ninguém estiver a ver.

Quando se sentarem na mesa, o mundo já relativizou outra vez.

:)

Só precisam de desfocar do problema às vezes.
Viva à terapia culinária!

Sweet&Salty



quarta-feira, 15 de julho de 2015

As maravilhas dos Pic-Nics e a maneira mais simples de fazer hummus e impressionar os amigos!




Eu descobri as maravilhas dos pic nics! É verdade não tinha feito muitos pic nics até há pouco tempo.

Mas agora com filhos, faz-me todo o sentido, e foi isso mesmo que fizemos um dia destes para aproveitar o bom tempo e ter um programinha diferente e fresco! Pudemos deixar o humano pequeno à solta, brincou, deu pulos, rebolou na relva, fez tudo a que tinha direito. Pôde até comer em regime self service conforme lhe apetecesse...o que podia haver de melhor?

Levamos uma toalha aos quadrados vermelhos e brancos como manda a tradição, só não tínhamos cesto de verga, que entretanto, a mãe querida já fez questão de providenciar!

Preparar a comida para um pic nic é fácil e assim, deu para eu dar asas à minha imaginação :)

Fizemos uma quiche de bacon e queijo, folhados de salsicha, ovos de codorniz cozidos e hummus!


E perguntam vocês....o que é hummus? Hummus é uma delicia tipica árabe, é uma pasta de grão com alho e especiarias, e como Jamie Oliver diz e bem, é a prova que as melhores coisas da vida, são realmente as mais simples! No caso desta receita não leva um dos ingredientes típicos que é o tahini porque aqui a minha pessoa não gosta!



É muito simples e rápido de fazer, ora vejam, precisam de:

1 lata de grão cozido
2 dentes de alho cortados às rodelas
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de sumo de limão
Raspa de limão q.b.
Paprica (para servir)



Para fazer esta maravilha, valeu-me a minha varinha mágica que vos falei aqui da Moulinex, que tem um acessório picadora que resulta na perfeição para esta receita. Coloquem tudo dentro do copo e triturem.....e é isto.....sim...! :)


video

Se quiserem uma consistência mais fina, é só juntarem colheres de sopa de água, uma de cada vez, até ficar com a consistência que preferem.

Depois façam como vos der mais jeito para servir. Para nós como íamos de pic nic colocámos num frasco com um fio de azeite e paprica por cima, fechamos a tampa e já está. Já no pic nic abrimos e molhamos grissinis de azeite!

Se estiverem em casa podem sempre servir num prato ou tigela com um fio de azeite, paprica, coentros ou salsa picados por cima e acompanhar com fatias de pão pitta ou outro que gostem.

É uma óptima entrada, aperitivo, o que lhe quiserem chamar, que não engorda e está cheio de sabor!
Fez um sucesso no pic nic!

Experimentem....sem medos! :)

Sweet&Salty


terça-feira, 7 de julho de 2015

Aos Amigos! txin txin

La Siesta Taqueria....e não...não é o SushiFest...

Agora que ja se passaram alguns dias acho que já consigo falar sobre o pior evento a que fui....o Sushi Fest... a sério, que coisa mais horrível foi aquela?

O que se esperava ser uma noite a agradável a comer sushi tornou-se num pesadelo de 2 horas em pé ao frio à espera para comer...

E digo esperava-se, porque as espectativas estavam lá em cima, porque a organização ao convidar os chefs que convidou e a colocar bilhetes normais a 60€ fez com que os padrõezinhos ficassem assim upa upa puxadotes!

A sério...vocês sabem o que se comia com 60€ por pessoa? A sério? Eu sei que não era o sushic, mas sinceramente esperava muito mais.

Agora que já acabei a minha parte de refilar, este post desenquadra-se dos meus demais, por uma razão. Porque há histórias que estão por detrás da comida mesmo quando não somos nós a cozinhar. Este fim de semana foi uma dessas ocasiões, por isso este post, até porque já muito se falou sobre o sushi fest, este post não é para falar dele, mas sim para celebrar as amizades.

Porque se o sushi fest foi o demónio, o La Siesta foi o anjo caído do céu nesse fim de semana, mas ambos, tiveram uma coisa maravilhosa, os amigos.

Não importa o tempo que tive na fila para as míseras peças de sushi, porque tive o tempo todo a rir até não poder mais, porque as pipocas que eram de graça foram juntamente com os amigos o melhor da noite, celebramos juntos cada grupo de pessoas que conseguia comida, roubamos com os olhos cada pedaço de peixe cru que víamos e finalmente, porque não são muitos os amigos que aturam a minha birra de fome e sono conjunta. A esses amigos o meu obrigada :)

E o La Siesta (Taqueria) o novo espaço do La Siesta de Algés que nos serviu bem e simpaticamente, e que ganhou uma lembrança muito mais bonita por ter uma companhia tão boa! A ti miúda de 187cm que adoro, desejo que sejas muito feliz, de preferência não a 300km de mim, para eu poder topar-te de perto!

E assim se passou outro fim de semana e resto de semana, de uma maneira diferente onde desta vez não tive que cozinhar, mas tive do meu lado histórias "mais boas" que nunca!

Aos amigos! :*

Sweet&Salty

terça-feira, 30 de junho de 2015

O Detox dos Sumos de Pacote!



O problema de ir de férias (há mesmo problemas?) é que a minha pessoa pequena fica completamente viciada em sumos de pacote. Eu confesso que não sou fundamentalista e a praticidade dos sumos de pacote me convencem em férias porque andamos de um lado para o outro, ou porque comemos fora e pedimos um sumo, prática pelos visto instituída sem eu dar por isso!

Ora eu...nunca gostei de sumos e não foi por não os ter à disposição. Antes pelo contrário, uma das minhas irmãs adora sumos, portanto havia sempre sumo em casa. 
Simplesmente gosto de beber água, com tudo, o que me dizem que é esquisito, principalmente quando acompanho tostas mistas com água....eu acho normal...mas pelos vistos não é! :P

Posto isto, ser mãe é entender as necessidades e vontades das crias, então fiz um esforço para lhe demonstrar que também é possível beber sumos sem ser de pacote.  A fruta de verão é propensa a isso e assim foi! Fizemos disto um desafio, aproveitando o mais novo gadget da cozinha, uma liquidificadora da Moulinex que é tão fácil quanto o nome indica: "Faciclic"!

Só precisam de:

3 laranjas
1 limão
2 colheres de açúcar
300 ml de água

Cortem a casca às laranjas e ao limão e cortem aos quartos. Coloquem a fruta na liquidificadora mais a água e o açúcar e basta rodarem para a segunda posição!

Podem juntar mais água se desejarem um sumo mais líquido, nós gostamos dele assim mais para o smoothie e ter as laranjas e os limões inteiros ajudou para esse efeito.




























O resultado viu-se logo naquele dia, o miúdo começou o detox dos sumos de pacote e gostou!

Ontem foi de nectarina com limão, que desde já vos digo é maravilhoso! Agora é só experimentar mais misturas!

E para vocês qual é o vosso sumo preferido? 

Sweet&Salty

terça-feira, 23 de junho de 2015

De volta à rotina!

A vida do dia-a-dia não é douradinha como o photoshop a pinta mas também não precisa de ser negra como tudo, a rotina é a nossa pior inimiga mas também o nosso maior conforto.

É tempo de voltar ao ram ram e às correrias e isso não é necessariamente mau.

Estava com bastantes saudades de cozinhar, de ter aquele pequeno tempo que é só meu, cozinhar é terapêutico, é reconfortante, é ver obra feita.

Costumo dizer aos amigos, que é por isso que gosto de fazer comida, gosto de os ver felizes, a comida tem esse poder. Deve ser por isso que não consigo fazer dieta.

Dietas restritivas para mim são uma pena demasiado penosa (get the point?), a sério, não vou conseguir nunca, mas nunca, viver de bifes grelhados e folhas de alface, assim sozinhas, sem molhos nem acompanhamentos. Falta-lhes o sorriso, a alma, os cheiros e os hmmmmmmsss no fim!

Mas nem tudo são rosas meus caros e a malta precisa de caber nas calças, mas vamos lá tentar fazer a coisa com estilo....vá!

Bifes grelhados....pronto vamos lá grelhar uns bifes de frango....mas podem ir a marinar com azeite, limão e alho antes. Pronto...one down!

Alface...não lhe consigo achar a mais pequena graça, trocamos por tomate boa? Mas já levei com as férias a comer salada de tomate portanto vamos experimentar assar rodelas de tomate! Boa!


E hidratos....perdoem-me, mas pela sanidade mental das almas lá em casa, eu já percebi, que tenho que ingerir algum hidrato nas refeições, pode ser pouco, o meu humor não se importa, desde que não seja privação total, aí ao que parece viro um bicho. Eu não sei de nada, mas foi o que ouvi a minha metade a dizer.....hmpf.... Tive que fazer arroz, mas não gosto de arroz branco portanto fiz um refogado antes com cebola, alho e louro. Hidratos resolvidos :)

Se calhar ainda faço uma bruschetta com pão de centeio e o tomate assado e assim fica tudo aconchegadinho com esta entrada....e foi isso mesmo que fiz!! E ficou tão bom!!! E com a última fatia de pão cortei para molhar em azeite e balsâmico.

Para beber fizemos um sumo de nectarinas e limão, para mostrar à pessoa pequena que pode beber sumo sem ser de pacote!!

Pronto, temos um jantar relativamente saudável, ou pelo menos a minha tentativa de equilíbrio perfeito entre dietas e comida que eleva os triglicéridos para lá de Bagdad! Melhor ainda, sobra para o almoço do dia a seguir...se entretanto não se esquecerem do almoço em cima da bancada como foi o meu caso :P

E vocês também estão por dieta por aí? Quais são os vossos truques?

Sweet&Salty